Chás Abortivos

É normal recebermos indivíduos que chegam a nossa página da internet ou então por mensagens diretas solicitando receitas de chás abortivos. Jamais estamos autorizados o passar prescrições, acima de tudo, em razão de que aborto é uma conduta do qual não endossamos.

Os chás e ervas medicinais constantemente foram usados para muitos fins. Na sociedades mais primitivas, era normal o consumo de ervas que, em geral, serviam que nem um contraceptivo natural. Ademais, medicações naturais inclusive eram usados a fim de causar o aborto em casos de gravidez indesejada.

Na atualidade, é bastante comum vermos na web cidadãos buscando por receitas abortivas. Contudo, é sempre válido advertir que a realização do aborto também é considerada crime no Brasil e, o mais importante, essas tentativas são capazes de complicar tanto a vida da mãe como a do embrião.

Ervas e remédios fitoterápicos costumam continuamente serem usados por qualquer mulher e, no meio desses, o mais usado é o chá, que é uma das bebidas mais populares do planeta. Cada chá possui sua particularidade, quer seja o gosto, a coloração ou a sua fragrância, e contêm diversos tipos de benefícios, a começar de um emagrecedor até um tranquilizante.

Independentemente de oferecer incontáveis vantagens, uns tipos de chá são capazes do resultar alguns perigos para a gravidez em consequência dos seus princípios ativos e conseguem até mesmo ocasionar um aborto. O perigo é ainda maior no caso destes serem consumidos nos primeiros 3 meses da gravidez.

Não impreterivelmente, essas bebidas irão provocar com que a grávida aborte, no entanto são capazes de acarretar alguns problemas na gestação, tais como: má construção do feto, dificuldades no momento da amamentação e até mesmo provocar com que a futura mamãe tenha alguns sérios problemas de saúde para o resto da vida.

Pensando na questão, nós mostramos não apenas quais os chás que são prejudiciais para o bem-estar da grávida e do feto, mas além disso alguns chás que são úteis e que farão o tempo de gestação ser bem mais sossegado.

Algumas infusões e chás feitos com ervas medicinais, quando consumidas ao longo da gestação, conseguem provocar problemas e inclusive aborto. Confira uma listagem completa de ervas que podem ser abortivas:

  • Aloe vera, também conhecida por Babosa, Catuaba, Angélica, Jarrinha
  • Arnica, Artemísia, também conhecida por Losna, Sene, Mata pasto
  • Erva de Santa Maria, Canela, Lágrima de Nossa Senhora, Mirra
  • Copaíba, Trombeta, Cravo dos jardins, Erva grossa, Erva andorinha
  • Hera, Erva de Macaé, Azedaraque, Hortelã, Guaco, Noz moscada
  • Quebra pedra, Peónia, Jaborandi, Transagem, Erva de bicho, Beldroega
  • Pessegueiro, Romã, Cáscara sagrada, Ruibarbo, Salsaparrilha, Jurubeba, Ipê

Essas ervas jamais devem serem consumidas sob qualquer forma ao longo a gravidez, porque são capazes de provocar malformação do feto, aborto ou resultar em complicação na amamentação.

Chás abortivos que são capazes de fazê-la abortar seu bebê

De acordo com profissionais, na listagem de chás que não podem serem consumidos na gestação por serem abortivos estão o de arruda, cipó-mil-homens, erva-de-bicho, buchinha da norte, confrei, espirradeira, melão-de-são-caetano, erva-de-santa-maria, pinhão-de-purga ou pinhão-paraguaio, poejo e losna.

O chá de canela do mesmo modo é contraindicado visto que causa constrição sanguínea e retração dos músculos do útero. O chá de hortelã similarmente precisa ser evitado ao longo da gestação e a amamentação visto que diminui a fabricação de leite. Chás com muita cafeína, como o chá verde, preto e branco e erva-mate, inclusive não são recomendados.

Os chás de cascara sagrada, romã, guaco, cavalinha, sene e arnica similarmente não devem ser consumidos ao longo da gravidez.

Por que abster-se de chás abortivos?

Chás abortivos

O perigo de beber qualquer tipo de chá abortivo ao longo da gestação ,especialmente no momento em que a gravidez é recente, beber algum um desses chás podem não ocasionar o aborto. Pior, pode acarretar em efeitos negativos tal como mal formação na bebê, causar dificuldades no momento da amamentação e até mesmo fazer a mãe experienciar problemas sérios de saúde pelo o resto da vida!

A questão do chá abortivo é que elevam a pressão nas artérias, e isso na gestação pode gerar contrações uterinas e também dar início a hemorragias que podem provocar o aborto, ou, no caso de conseguir resistir, poderia ocasionar outras complicações na formação do feto.

Na internet existe diversas controvérsias de que não há nenhum tipo de chá abortivo visto que é um resultado que cientificamente não foi evidenciado até este momento. O caso é que perante a eventualidade de atrapalhar uma gravidez, é mais adequado de fato não correr qualquer risco sem necessidade.

Então, no caso de mulheres grávidas, especialmenteas jovens na qual a gravidez não aparecia nos planos, o consumo de algum desses chás tal como já foi mencionado, pode não confirmar o aborto involuntário, pelo contrário pode provocar males irreversíveis não apenas para a bebê assim como também para a mãe. O melhor nesses casos é buscar orientações de um ginecologista logo no começo da gravidez.

E esse profissional é os mais recomendado para aconselhar a respeito das muitas técnicas anticonceptivas que há para prevenir uma futura gravidez.

Chás permitidos na gravidez

Chás tal como o de camomila, erva-cidreira e erva-doce estão liberados e, além de não fazerem problema, promovem uma percepção descanso que é benéfica para mãe e filho.

Para não correr perigos, os ginecologistas recomendam que nenhum chá seja tomado sem instrução médica. A principal indicação para as mulheres grávidas é não usar qualquer remédio, quer seja ele derivação orgânica ou não, sem o entendimento prévio do seu médico. Seguir essas orientações evitará que você tome algum desses tipos de chás abortivos.

Práticas Abortivos

Práticas como fumar e ingerir álcool precisam ser eliminados do dia-a-dia de uma grávida. Além de atuar como abortivos para mulher, o tabaco pode prejudicar o crescimento do feto, provocar desvio da placenta, partos prematuros e distúrbios respiratórios.

Até mesmo os ambientes com fumaça de cigarro são prejudicais. O mesmo ocorre em conformidade com o ar poluído das enormes cidades, cheios de toxinas, sendo considerável evitá-los sempre que possível.

Já o álcool que tem nas cervejas, vinhos, cachaças, drinques com frutas, uísque e outras atravessa com agilidade a placenta e chega ao feto, podendo originar uma série de resultados. Estes distúrbios são chamados de Síndrome Alcoólica Fetal (SAF), que atinge mais ou menos 40 mil crianças por ano por todo a terra.

Dessa maneira, eles podem nascer com malformações no rosto (lábio de cima muito fino, nariz e maxilar de dimensão menor), cabeça mais pequena, anormalidades cerebrais (falta de coordenação motora e distúrbios de comportamento e retardo cerebral), malformações nos órgãos, entre eles, coração, pulmões e rins.

Conclusão

Conclui-se, portanto, que embora alguns chás possam até mesmo ajudar as grávidas durante seu período de gestação, não é aconselhável fazer o uso de qualquer tipo de chá sem a orientação de um médico, pois ao invés de tomar um tipo de chá que ajuda, você poderá estar tomando um desses chás abortivos, causando problemas para você e para seu futuro filho.